A Gestalt-Terapia é uma terapia que trabalha a pessoa em relação e quando pensamos em casais ou família vimos que as dificuldades dentro dos relacionamentos íntimos sempre existiram:  rápidas mudanças, instabilidades nos relacionamentos, construções e reconstruções familiares, dentre outros. E mesmo em momentos felizes, como o nascimento de um bebê ou chegada de um novo membro através do casamento, pode trazer algum distúrbio pois mexe com a dinâmica familiar.

O objetivo da Terapia de Casal e Família

A Teoria Sistêmica é extremamente importante quando se fala em terapia familiar, pois segundo ela não existe uma doença isolada em um único portador, ou seja, não existe um único membro dentro de um sistema familiar que é a fonte dos problemas. Segundo Silveira (2005) não é possível ver um sintoma pertencente a um membro da família ou do casal, mas sim como expressão da interação desses membros. Logo, o casal ou família é entendido como um todo em relação: as influências são mútuas. A terapia de casal e família terá por objetivo compreender o contexto no qual as relações dentro da família se constroem. O terapeuta visará entender como as relações naquela família se estabelecem favorecendo que os membros se escutem e compreendam-se.

O atendimento de casais e famílias se caracterizará por pôr em evidência situações mal resolvidas a fim de acompanhar os membros na resolução de tais situações ao favorecer o surgimento das evitações, resistências, bloqueios encontrando, quando possível, novas maneiras de lidar. Na Gestalt-Terapia a terapia de casal/família visará ampliar o potencial criativo dos seus membros, para que os mesmos possam romper com antigos padrões dentro do sistema familiar em direção a novas formas criativas de lidar com a realidade presente.

Somo diferentes, mas somos todos família

Hoje existem casais (e famílias) de diferentes composições: casais que vivem juntos com filhos, sem filhos ou com filhos de outros casamentos; casais que se separam e recasam; casais que se casam com pessoa do mesmo sexo. Cada grupo familiar formará um núcleo próprio com suas fronteiras e características, dentro deste mesmo núcleo poderá ainda ser formado núcleos menores com suas características individuais. O que quero dizer é que os relacionamentos saudáveis dependerão de quanto as pessoas conseguem realizar encontros respeitando tanto a fronteira de características individuais de cada um quanto a fronteira que define as características do grupo familiar. Por exemplo, quando um adolescente começa a contestar determinadas regras impostas a ele até que ponto é importante o mesmo respeitar os acordos dentro da sua família como também é importante que seus pais entendam que o adolescente começa a formar sua própria identidade ou quando um casal com opiniões diferentes não consegue aceitar o ponto de vista um do outro.

Fazer terapia (seja individual, de casal ou de família) nunca é fácil pois é um momento no qual tomamos coragem para enfrentar nossos fantasmas. Porém, o gestalt-terapeuta terá o papel de acompanhar o casal/família nesse processo, visando proporcionar um ambiente no qual seja possível a ampliação de suas fronteiras de contato e o estabelecimento de novas organizações. E acima de tudo, acompanhar esse casal/família sem modelos preestabelecidos onde o mesmo deveria se encaixar, mas percebendo esse casal/família ativo em seu processo e do psicoterapeuta como um agente facilitador no “recontar de suas histórias”.

 

 

REFERÊNCIAS:

SILVEIRA, TM. (2005). Caminhando na corda bamba: a Gestalt-terapia de casal e família. Revista IGT na Rede.

GORESTIN, B & PINHEIRO, ME. (2005). A relação terapêutica na Terapia Familiar Sistêmica Construtivista e na Gestalt-terapia: uma breve reflexão. Revista IGT na Rede.

ZINKER, J. M. PRÓLOGO (p.21-25) In: A busca da elegância em psicoterapia: uma abordagem gestáltica com casal, famílias e sistemas íntimos. São Paulo: Summus, 2001.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Menu